domingo, 17 de agosto de 2008

Pinta-cara

Pinta, pincel, batom
Olhos, no verde,
nos olhos, cor e tom

Na boca, sorriso
leseira, asneira
Abre o olho menino,
deixa de besteira!

E ela dança,
como quem pede ciranda,
numa tarde de criança,
com a gente na brincadeira!

E canta, distante,
e toca, garotos,
e encanta
os que nunca dizem não

E briga, vermelha,
no rosto, um batom,
um beijo de mentira,
numa bochecha tão metida!

E vai, se despede,
um abraço,
rápido e alegre.

Me despeço aqui,
mas peço que ali,
você ainda me maqueie,
e me marqueie com seus pitis.

2 comentários:

As mulheres. disse...

hmmm :x

eu quero ser você. disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK



=x