segunda-feira, 29 de março de 2010

sweetpepper

do abraço impossível
e do riso todo em cor
fez-se a pele de café
e conversa como em flor

de princesa e poesia
fábulas e histórias
de pimenta e alegria
se fez sua glória

e seu sorriso traduz
todo um dia de luz
que arrebata o medo e até seduz
como a brasa do seu nome

moça bonita que encanta
por ser princesa e beleza
mas como podia a mãe natureza
ter te feito menos luz?

-

Para Ravel Pimenta.

10 comentários:

Ariana Fernandes disse...

eeeeer... falo mais nada.
auheuaheuhauehuaheuaheuhae

eu quero ser você. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

deixa de ser lesa!

Livia Barreto disse...

Adorei o teu jeito de escrever.Tens talento.
Porque vc não posta tuas poesias no recanto das letras?
bjs

Dani Diques disse...

adorei tudo aqui.
o blog, os poemas, parabens !
bjo

Marih Gomes disse...

Poema divino!
Amei d+!

bjos ;*

Art =] disse...

gostei hehehe =]
bom poema
sweetpepper hehehehe =D

abraço

Danny Reis disse...

o poema é lindo.. Parabéns

Inez disse...

O mundo da blogosfera tem me proporcionado grandes surpresas, tenho encontrado jovens de talento como você escrevendo lindos poemas.

Daniela Ribas Paim disse...

Amei o texto, leve e gostoso. Parabéns!

Karlo Almeida disse...

Oi ;p
te indiquei para o selo no meu blog, dá uma passada lá que eu fiz um post explicando melhor. Até mais