terça-feira, 9 de março de 2010

amália

da promessa de vida única que fizemos
um ao outro
e das conversas de guerra quando
os dois
tinham tudo para estarem loucos
foi feito um abrigo
para que o mundo
voltasse a rodar

almoço em família
seguindo a mesma trilha
de um sonho de liberdade e
do outro
tornar-se vaidade

a verdade de toda essa força
se encontra em sorriso de moça
e em conforto do corpo de da mágoa
que divide entre os dois verde água
é compartilhado todo esse amor

papelzinhos trocados na aula
segredos do fundo da alma
transformaram ausência em saudade
moldaram presença em cor

na piada que pra ti eu conto
saraivada de risos eu monto
te faço um poema em conto
e agradeço por trazer-me cor

com todo, todo, todo meu mais profundo amor,
para minha princesa Amália.

6 comentários:

Amália disse...

Sem palavras pra expressar o que sinto!

Te amo!

eu quero ser você. disse...

"nada vai mudar entre nós.
como eu sei?
eu só sei."

nunquinha.

=*

Ariana disse...

todomundo ganha poeminha, menos eu [2]
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Brunα de Sousα disse...

Eita!

Cleo disse...

se eu falar que achei lindo, só e exclusivamente isso, soa hipocritamente menosprezador?

eu quero ser você. disse...

claro que não, moça! =D